Minha casa

tenho uma casa de memórias
onde cabe o mundo
e o mundo é tudo o que sei
e as memórias são tudo o que sou
antes de amanhecer

minha casa onde regresso
nas horas incertas
para nela ver
novas janelas

2018-04-30

Esta entrada foi publicada em Poesia com as tags , , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *