Arquivo de etiquetas: Caminho

Estremecer

pediste-me no lusco fusco ao entardecer que me guiasse pelo cometa da noite onde me perderia e semeasse um mar de desejos onde tudo se colheria não são velas vazias a pouco mastro cingidas que mais vento haveria sem mais … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , | Deixe o seu comentário

Um choro que nasce

somos um choro que nasce no contentamento do mundo sorrindo um grito somos a ponta de flecha perdida alvo de olhares de atenções vazias somos o dardo que espera sua saída em arco que ousa a sagração dos dias somos … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , , | Deixe o seu comentário

Normal

não é normal a nova norma que me dão de novidade apenas velhos hábitos que provavelmente nem novidade terão normalmente até nem eu mudo se essa novidade me dão nova normalidade e um velho futuro trazem consigo o passado que … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , | Deixe o seu comentário

Passado

o passado já morreu agora vive como nós 2020-10-31

Publicado em Aforismos, Poesia | Tags , , | Deixe o seu comentário

Um dia mais

vou relutante mente contando os anos que me fogem na azáfama dos dias que criei fico insistente mente contendo os sonhos que me moldam na paisagem dos lugares que não deixei vou ficando e um dia mais é um dia … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , | Deixe o seu comentário

Nós mundos

eu venho como tu vens e outros vêm desconectados eu passo passamos por tempos descompassados eu vou onde tu vais todos nos vamos desencontrados e fica sempre o mesmo mundo de muitos mundos enredados 2020-07-31

Publicado em Poesia | Tags , , , , , | Deixe o seu comentário

Esgrima

finge tuas armas e esgrime serena a paz que preservas nas batalhas 2020-07-31

Publicado em Aforismos, Microcontos, Poesia | Tags , | Deixe o seu comentário

Erro humano

errei para a vida quando a vida me sorriu e errando me refiz dos erros que ela me viu protestou-me a memória pelos erros cometidos e lembrando-a me esqueci de quão eram repetidos mas da vida o que não fiz … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , | 2 Comentários

Era cedo

era cedo para ser a tarde triste ainda a manhã sequer tarde seria quando a luz da tua noite viste mais forte que a sorte que morria era cedo na hora em que partiste tão cedo era a vida e … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , | Deixe o seu comentário

Dança à janela

o meu lugar é uma casa só com janelas para descanso de meus olhos consumidos sem distância para elas minha casa é uma estrada onde se assomam os sinais para lucidez de meus passos fugazes perdidos nos seus rituais meus … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , | Deixe o seu comentário