Arquivo de etiquetas: Razão

O espelho e o amigo

olá amigo o que vês nesse espelho que finge ser tu e eu amigo apenas o livro lido o instante decorrido onde o tempo não pereceu espantas-te amigo quando descobres a distância sempre presente do verso que não sabes ama … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , , , , , | Deixe o seu comentário

Berço

é aí onde a inquietação se instala e a reflexão começa onde o belo nos espreita como se de espanto fossemos e mais não houvéssemos que a criação é aí o berço da arte 2018-12-24

Publicado em Poesia | Tags , , , | Deixe o seu comentário

Cada um sua penitência

me penitencio: na minha cabeça não cabe sentença a que toda a verdade lhe pertença 2018-09-30

Publicado em Aforismos, Poesia | Tags , , | Deixe o seu comentário

Periferias

tenho periferias bem no meu centro no fundo vejo-as pelo lado de dentro periférica visão atenção não é das periferias mas do meu coração periclitante onde cabem como num jardim os mundos de fora de mim periférico talvez o meu … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , | Deixe o seu comentário

Ego meu ego meu

é: meu papel higiénico vale mais que o teu dá-me o brilho quando o uso sujo minhas mãos tão de ouro nada que façam de tudo que outras fazem qualquer tesouro enjeito da vida sua premissa maldito fim dos dias … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , | Deixe o seu comentário

De boca em boca

se abres a boca antes de abrir a mente somente tu não sabes que silêncios há por abrir vês choram as flores que se abrem ao orvalho mas não quando jazem em teus olhos tardios por florir que a palavra … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , | Deixe o seu comentário

Com vencimento

estou convencido para uma opinião vencedora toda a verdade é suspeita 2017-11-30

Publicado em Aforismos, Poesia | Tags , | Deixe o seu comentário

Autocontrolo

passeio a minha impaciência à trela para que não me veja incandescente 2017-10-30

Publicado em Aforismos, Microcontos | Tags , | Deixe o seu comentário

Fôlego do tempo

nos termos em que nos damos vida num só fôlego do tempo sem a solidez de um passado nem do futuro discernimento carregamos a lucidez do momento na presença de um pavio 2017-09-30

Publicado em Poesia | Tags , , , | Deixe o seu comentário

Falo de umbigos

perdoo em alguns egos a desmesura dos tamanhos compreendo em outros a ânsia dos pedestais só não desses os umbigos nem os olhos que só vêem espelhos umbigos nem as falas que só falam de si umbigos falo dos falos … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , | Deixe o seu comentário