Arquivo de etiquetas: Palavra

Quis

quis ler em ti o mais belo poema toda a noite em teus lábios de manhã 2018-04-30

Publicado em Microcontos, Poesia | Tags , , , | Deixe o seu comentário

Passo pela poesia

passo pela poesia e decerto te encontro à esquina de um verso eu autor me revelo pela palavra em ti e em mim a esta luz nunca perdi estes poemas que lês vês não são meus eu apenas os escrevi … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , | Deixe o seu comentário

Nuvem

tu dizes chuva eu digo chuva quando a chuva cai sobre a pedra onde me sento e meu coração dentro que de pedra sai tu passas nuvem eu passo o tempo congelado no momento e se te fores meu coração … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , | Deixe o seu comentário

Desgoverno

há gente que se governa enquanto há gente que diz:governa 2018-02-27

Publicado em Aforismos, Microcontos | Tags | Deixe o seu comentário

De boca em boca

se abres a boca antes de abrir a mente somente tu não sabes que silêncios há por abrir vês choram as flores que se abrem ao orvalho mas não quando jazem em teus olhos tardios por florir que a palavra … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , | Deixe o seu comentário

Dias nas pedras

hoje é um dia que nasce igual hoje é um dia que morre um mais que desconto à vida que a vida morre-se vivendo e vivo pelejo contra minha fome de palavra que sobreviva hoje é meu dia de sorte … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , , | Deixe o seu comentário

Memória de um fim anunciado

quando te vais quando me vou não chegam as palavras perderam-se e a espera é vazia sem sombra do sentido que por elas e por nós havia o tempo vagueia tonto como se nunca houvera nos conhecido só a memória … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , , , , | Deixe o seu comentário

Com vencimento

estou convencido para uma opinião vencedora toda a verdade é suspeita 2017-11-30

Publicado em Aforismos, Poesia | Tags , | Deixe o seu comentário

Pedra sobre pedra

medram esquecimentos no sítio onde nasci medram os silêncios mas não eu aqui a palavra esgotada num último suspiro escolhe esconder-se em ignoto retiro diz-me tempo porque vais aonde não sei nem me ouço na invenção de outros mundos diz-me … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , , , | Deixe o seu comentário

Poesia sem nome

eu sou antes do meu nome inominável a gente que ainda não sabe a poesia é depois a procura onde procuro chegar hei de morrer vivendo a tentativa 2017-08-31

Publicado em Poesia | Tags , , , , | Deixe o seu comentário