Arquivo da Categoria: Poesia

Tenho um coração

tenho um coração de ferro quente e mole só assim aguenta só assim aguento o impacto a vida e os gumes atravessados como surpresas entre o meu e o teu tenho um coração de gelo de sangue derretido só assim … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , | Deixe o seu comentário

Minha praia rainha

minha cidade é rainha na praia desta idade do bronze coitadinha estendidinha na toalha do calor ama o mar mas de longe pé ante pé com certeza que o sol a sua fé lhe dá mais dia à noitinha oh … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , | Deixe o seu comentário

Egoísta?

será egoísta quem tem todo o amor do mundo? 2018-07-30

Publicado em Aforismos, Poesia | Tags , | Deixe o seu comentário

Periferias

tenho periferias bem no meu centro no fundo vejo-as pelo lado de dentro periférica visão atenção não é das periferias mas do meu coração periclitante onde cabem como num jardim os mundos de fora de mim periférico talvez o meu … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , | Deixe o seu comentário

Do amor e das pátrias

aqui ali acolá hão novas pátrias para os medos que por tudo e por todos livre não me falte o amor o meu mais fiel amigo 2018-06-30

Publicado em Poesia | Tags , , , , | Deixe o seu comentário

A idade

talvez nem sejam anos mas estes dias talvez os meses, por minutos se troquem nestas horas à volta de segundos expeditos talvez nem haja tempo mas acasos e nos achemos entre as estrelas casos perdidos talvez a espera não seja … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , , , , | Deixe o seu comentário

A sombra e a luz

somos a sombra e a luz que a desfaz somos mais do que a sorte é capaz na deriva do tempo cada momento somos da vida mais do que a vida nos traz temos a sina de bem mais que … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , | Deixe o seu comentário

Minha casa

tenho uma casa de memórias onde cabe o mundo e o mundo é tudo o que sei e as memórias são tudo o que sou antes de amanhecer minha casa onde regresso nas horas incertas para nela ver novas janelas … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , | Deixe o seu comentário

Ide

não se vive de temores nem a penas de tormentas sob a vertigem das correntes morro todas as vezes que o sexo nasce fogo em tuas águas quentes do que escolho nada espero não só de sorte é meu norte … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , | Deixe o seu comentário

Tempo incólume

todos somos efémeros traços fugazes entre o que é antes e depois um tempo incólume 2018-04-30

Publicado em Aforismos, Poesia | Tags , , , | Deixe o seu comentário