Arquivo de etiquetas: Essência

Singularidade

sou pessoa singular de um só tempo de um só lugar singularmente me repito nada do que é comum me contenta a parecença uma tormenta de não mais ser único 2018-08-30

Publicado em Poesia | Tags , , , | Deixe o seu comentário

Cópia original

se a cópia de original não for também original será de verdade uma cópia? 2018-06-29

Publicado em Aforismos | Tags | Deixe o seu comentário

Minha felicidade

minha felicidade encontro quando te busco por qualquer canto de mim e descubro sem surpresa o encanto sempre tido florescência dos sentidos de novos tempos havidos tudo me dás de caminho amor sentindo me acho em ti 2018-02-28

Publicado em Poesia | Tags , , , , , | Deixe o seu comentário

Incompleta

a vida é sempre por defeito quão mais se vive mais se incompleta 2018-01-29

Publicado em Aforismos, Poesia | Tags , | Deixe o seu comentário

Memória de um fim anunciado

quando te vais quando me vou não chegam as palavras perderam-se e a espera é vazia sem sombra do sentido que por elas e por nós havia o tempo vagueia tonto como se nunca houvera nos conhecido só a memória … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , , , , | Deixe o seu comentário

Pedra sobre pedra

medram esquecimentos no sítio onde nasci medram os silêncios mas não eu aqui a palavra esgotada num último suspiro escolhe esconder-se em ignoto retiro diz-me tempo porque vais aonde não sei nem me ouço na invenção de outros mundos diz-me … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , , , | Deixe o seu comentário

Extinção da espécie

olhem para mim: estou em perigo conquistei o pleno nada mais tenho para fazer olhem para mim: estou em perigo estou nas nuvens e nada há para acontecer olhem para mim: estou em perigo não sei se perdido de amores … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , , , | Deixe o seu comentário

Poesia sem nome

eu sou antes do meu nome inominável a gente que ainda não sabe a poesia é depois a procura onde procuro chegar hei de morrer vivendo a tentativa 2017-08-31

Publicado em Poesia | Tags , , , , | Deixe o seu comentário

Falo de umbigos

perdoo em alguns egos a desmesura dos tamanhos compreendo em outros a ânsia dos pedestais só não desses os umbigos nem os olhos que só vêem espelhos umbigos nem as falas que só falam de si umbigos falo dos falos … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , | Deixe o seu comentário

Nada é suficiente

nada mais se queira da vida do que vivê-la isso é suficientemente inesgotável 2017-07-29

Publicado em Aforismos, Poesia | Tags , , , , | Deixe o seu comentário