Arquivo de etiquetas: Paz

Nitidez

nasci para ver claramente todas as cores na tua pele e a paz e não saber os seus nomes e vivendo saberei quantas guerras se fazem de coisa nenhuma 2018-11-30

Publicado em Poesia | Tags , , , , , | Deixe o seu comentário

Filhos da guerra e da paz

por que maior a arte da guerra onde investes teu talento teu denodo teus destinos por que da vida essa arte se a morte o fim das tuas mãos na forma do barro na palavra que agitas vã glória a … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , , | Deixe o seu comentário

Incertezas

que há de ser entre as estrelas? que cadência te sobrevive? que palavra unges quando escreves? nasces vento morres paz tens intempéries no destino encomendas da vida e da morte sobre teu dorso de intentos quem te vê sob sua … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , , , , | Deixe o seu comentário

Mais precisamente

de que paz precisamos mais? da de não mais precisarmos de paz! 2016-12-28

Publicado em Aforismos | Tags , , | Deixe o seu comentário

Paz maior

à paz não basta a humanidade 2016-09-14

Publicado em Aforismos, Poesia | Tags , | Deixe o seu comentário

Altiva circunstância

aquieta o orgulho da tua espada põe silêncio na tua majestade ouve o silvo dos justos murmurando os tempos até à nudez dos espíritos vê teu brilho esmaece se manchas as mãos sem dor vê o mate de todas as … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , , | Deixe o seu comentário

As guerras das tribos

colocamos ao peito toda a renúncia sob a sombra de estandartes erguemo-nos fantasmas determinados desembainhamos vaidades dos ovos das trevas rendidos em punhos de sangue na cegueira das trincheiras porquê a glória vã por que se prendem razões e pelejam … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , , , , | Deixe o seu comentário

Juízo a final

trago infernos que despontam nos gumes de minhas lanças a cada guerra de medos em danças de fogo posto em nome de tantos nomes alheios ao nome que quis há uma terra fumegante que fenece sob os escombros de mim … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , , , | Deixe o seu comentário

A palavra sempre

o que sinto na palavra sempre é pouco o que a palavra sempre me diz é muito a palavra sempre me agita nasce palavra sempre que me morre que palavra sempre ressuscita sempre a palavra sempre sem demoras sem a … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , | Deixe o seu comentário

Anos de chumbo

vês o túnel ao fundo do dia sob a chuva de chumbo dos anos desterrados os ventos sopram de fogo e os rios já não choram de lágrimas puras o pó, só o pó de semente princípio e fim das … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , , , , | Deixe o seu comentário