Arquivo de etiquetas: Cor

No lugar da Primavera

havia nuvens negras sobre aquela primavera e ela não as via havia nuvens silenciosas e tão negras que a primavera se quedou esquecida dos seus dias e o silêncio se virou e colou uniu a primavera se adiou mas guardou … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , , , , | Deixe o seu comentário

Rap que a vida diz

o sol que se levanta a lua à espreita nas curvas das horas de uma rua estreita e uma voz canta na casa onde moras tua sorte tua dor que se espanta outra voz se cala tua mão estendida teu … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , , | Deixe o seu comentário

Radical

é radical o meu planeta não entende as cores tão só a do amor azul verde enquanto nasce antes da transparência é radical a minha tolerância indiferente à minha diferença que todas aceita as outras razões de ser mundo é … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , , | Deixe o seu comentário

Iniciação

abre nosso livro na página em branco onde se revelam todos os segredos semeia meu olhar dos teus mundos que não sei ainda embrulha-me a noite calma deita nossos desejos na chama dos sentidos deixa amor que a hora pare … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , | Deixe o seu comentário

Nitidez

nasci para ver claramente todas as cores na tua pele e a paz e não saber os seus nomes e vivendo saberei quantas guerras se fazem de coisa nenhuma 2018-11-30

Publicado em Poesia | Tags , , , , , | Deixe o seu comentário

De palavra

palavra minha arma é de papel e fracas memórias tem o som de uma espera enquanto voa tem a cor da ousadia enquanto espera tem todos os tons dos jardins que não colho quando escolho um nome nas flores que … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , , | Deixe o seu comentário

Platonismo

arranco à memória em cada noite escura os sinais que me levam teus olhos verdes meu coração levita não é meu domínio de tudo se lembra de nada padece eu dele sim me vou em descuido vivo meu pensamento a … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , , , , , | Deixe o seu comentário

De que vale

de que vale por que respiro vivo e não é razão se não a arte se não o verso e a cor se não a curva das minhas mãos sobre o silêncio e a sorte se não a música e … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , , , , , , | Deixe o seu comentário

Incisão

delapido meus espectros na dissecação do tempo sob um bisturi rombo que me esvaece a todo o momento acontece a espera não desaparece dia vem sobre outro dia nos segredos dos sentidos e o instante dura o espanto dos horizontes … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , , , , , | Deixe o seu comentário

Altiva circunstância

aquieta o orgulho da tua espada põe silêncio na tua majestade ouve o silvo dos justos murmurando os tempos até à nudez dos espíritos vê teu brilho esmaece se manchas as mãos sem dor vê o mate de todas as … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , , | Deixe o seu comentário