Arquivo de etiquetas: Amor

O espelho e o amigo

olá amigo o que vês nesse espelho que finge ser tu e eu amigo apenas o livro lido o instante decorrido onde o tempo não pereceu espantas-te amigo quando descobres a distância sempre presente do verso que não sabes ama … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , , , , , | Deixe o seu comentário

Amigo

o meu coração tem um amigo que encontro sempre que te vejo amigo tu e tu mais ainda tu não és mais meu amigo que do coração não me beijes amigo sem a paz nas mãos lê meus lábios no … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , | Deixe o seu comentário

Iniciação

abre nosso livro na página em branco onde se revelam todos os segredos semeia meu olhar dos teus mundos que não sei ainda embrulha-me a noite calma deita nossos desejos na chama dos sentidos deixa amor que a hora pare … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , | Deixe o seu comentário

Fénix

incendeia-me o desumano de incenso e mirra apazigua meus medos da guerra regressados no teu regaço de flores e mel não os abandones soltos na penumbra dos dias tristes semeia de paz os meus sentidos faz das minhas margens praia … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , , | Deixe o seu comentário

Traço de giz

há um mundo perdido numa certeza qualquer um centro iludido o sol em redondel como se outro não houvesse e um lugar em desafio que sem tempo entardece eis meu amor minha estrela de escolta minha luz este dia que … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , | Deixe o seu comentário

À feição

a perfeição não existe apenas aparece quando a encontro e esmorece se a abandono triste quem dela esquece qualquer contorno ou de si desiste a desconhece e não insiste fenece ninguém a desmerece pois à sua feição a todos se … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , | Deixe o seu comentário

Escuta

põe teu coração à escuta às janelas do meu peito 2019-02-28

Publicado em Aforismos, Poesia | Tags , | Deixe o seu comentário

Estrela nova

se tu menino nascesses em cada ano vindouro sabendo tudo o que sabes da cruz em que te deitas se tu menino trouxesses a graça da luz clara entre os escolhos dos dias sobre perigos e maleitas mais não tinhas … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , | Deixe o seu comentário

Um coração

tenho um coração que me queima um coração que me chama quando a sorte o bafeja ah, esse o meu drama tenho um coração que me tenta pelo fogo em que arde e não sabe se aguenta que mais fogo … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , | Deixe o seu comentário

Incessante

incessante é a mudança que muda o que já mudou e apesar de mudada não muda nem é outra a sua essência não cessa sua força nem tem limite pela mudança se medem os tempos e se assinalam memórias assim … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , | Deixe o seu comentário