Arquivo de etiquetas: Amor

Memória de um fim anunciado

quando te vais quando me vou não chegam as palavras perderam-se e a espera é vazia sem sombra do sentido que por elas e por nós havia o tempo vagueia tonto como se nunca houvera nos conhecido só a memória … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , , , , | Deixe o seu comentário

Visão

quero-te menina dos meus olhos lágrima limpa minha emoção quero-te sentida toda minha pele água no fogo de meu coração quero simples teu sorriso simples quero nem saber por que razão quero apenas nada mais ter que de ti minha … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , | Deixe o seu comentário

Extinção da espécie

olhem para mim: estou em perigo conquistei o pleno nada mais tenho para fazer olhem para mim: estou em perigo estou nas nuvens e nada há para acontecer olhem para mim: estou em perigo não sei se perdido de amores … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , , , | Deixe o seu comentário

Vivos

não digo que sou solidário as palavras não são solidárias são vazias sem mim e sem ti não digo sou solidário e ponto. a vida só a vida me agita não sou solidário com minhas mortes nem com vidas perdidas … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , | Deixe o seu comentário

Que faço eu

que faço eu destes dias áridos sem folhas sem manifestos e o vento esquecido do teu perfume que faço eu do meu lume nestas fogueiras empertigadas na ausência dos espíritos claros que faço eu das noites ardidas manhãs das horas … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , , , | Deixe o seu comentário

Não tenho palavras

não tenho palavras definitivas sobre as tuas ditas não as saberei para as tuas desditas e são inúteis para teus pregões são ingénuas minhas palavras e a vida não mais lhes reconhece que a tecitura breve de orvalhos sobre folhas … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , | Deixe o seu comentário

E tua mão deserta

sou a onda medonha a morte encarpelada sou o rasto de tudo sobre um fundo de nada sou o grão que resvala sob uma praia inundada sou invisível à sorte a cada porta entrada sou a raíz partida de viagem … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , | Deixe o seu comentário

Palavras em silêncio

como podemos roubar as palavras ao mundo, meu amor sem com elas aquecermos a noite, em silêncio 2017-05-30

Publicado em Aforismos, Poesia | Tags , , | Deixe o seu comentário

Estranho

o amor é um lugar estranho onde sempre nos encontramos 2017-04-30

Publicado em Aforismos, Poesia | Tags , | Deixe o seu comentário

À vista do amor

à primeira vista amor é cego só no deslumbre se vê à segunda nem há cego que não dê pelo amor a perder de vista à terceira que seja visto que é amor de vez 2017-04-24

Publicado em Poesia | Tags , , | Deixe o seu comentário