Arquivo de etiquetas: Vento

Falo de umbigos

perdoo em alguns egos a desmesura dos tamanhos compreendo em outros a ânsia dos pedestais só não desses os umbigos nem os olhos que só vêem espelhos umbigos nem as falas que só falam de si umbigos falo dos falos … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , | Deixe o seu comentário

Que faço eu

que faço eu destes dias áridos sem folhas sem manifestos e o vento esquecido do teu perfume que faço eu do meu lume nestas fogueiras empertigadas na ausência dos espíritos claros que faço eu das noites ardidas manhãs das horas … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , , , | Deixe o seu comentário

Sopros dos tempos

há bandeiras flamejantes em promessa pela cura dos sonhos nas piras dos credos há tambores tonitruantes em desespero pelo paraíso nas ruas dos medos caem ventos de guerra como chumbo e eu sopro de mansinho a palavra nua na esperança … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , | Deixe o seu comentário

Mar e rosas

A vida é um mar indomável sujeitando praias às suas marés Onde estão as rosas? 2017-01-29

Publicado em Aforismos, Poesia | Tags , , , | Deixe o seu comentário

Memórias

sabes de que me fazes sou feito deste terreno onde as memórias não se apagam o passado não tem remendo é tudo deste presente que mais futuros se alinhavam tudo muda enquanto dura há-de haver aventura há-de ser ferida e … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , | Deixe o seu comentário

Casa cidade

eu moro num quarto esquadro meu modo de andar logro d’ouro os sonhos desejos com vistas largas presos a varandins de estrelas em velas de ventos recuados onde aparco minhas águas furtadas vou patamar que passa de escada em escada … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , , , | Deixe o seu comentário

Incisão

delapido meus espectros na dissecação do tempo sob um bisturi rombo que me esvaece a todo o momento acontece a espera não desaparece dia vem sobre outro dia nos segredos dos sentidos e o instante dura o espanto dos horizontes … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , , , , , | Deixe o seu comentário

Por ti, amor

por ti, amor me esqueço das horas na memória dos dias janelas sem noite de uma redoma livre em ti incendeio o tempo na chama que me sobrevive por ti, amor a esperança nasce derradeira na tua pele mais que … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , , | Deixe o seu comentário

Anos de chumbo

vês o túnel ao fundo do dia sob a chuva de chumbo dos anos desterrados os ventos sopram de fogo e os rios já não choram de lágrimas puras o pó, só o pó de semente princípio e fim das … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , , , , | Deixe o seu comentário

Sereno azul

odeias califórnia a ameaça dos desertos na calada indolente dos ventos odeias lapónia a delapidação do gelo na transparência cristalina das águas odeias amazónia a sangria da seiva na selva esfomeada dos tempos odeias mundo a sagueza das cidades sob … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , , | Deixe o seu comentário