Arquivo de etiquetas: Corpo

De palavra

palavra minha arma é de papel e fracas memórias tem o som de uma espera enquanto voa tem a cor da ousadia enquanto espera tem todos os tons dos jardins que não colho quando escolho um nome nas flores que … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , , | Deixe o seu comentário

Vitória

a pedra gravada de teu nome onde cantaste teu fulgor teus feitos que glória essa pedra onde esculpiste a ferro e fogo a última tentativa de ludibriar o tempo e o desespero pela eternidade essa pedra é areia e pó … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , , , | Deixe o seu comentário

Cada um sua penitência

me penitencio: na minha cabeça não cabe sentença a que toda a verdade lhe pertença 2018-09-30

Publicado em Aforismos, Poesia | Tags , , | Deixe o seu comentário

Momento

deixa-me ficar neste momento único com tudo de ti e de mim preso à liberdade de dentro prende-me as mãos aos sonhos que nos povoam com um abraço aqui selemos nossos medos a gente não sabe ao certo um lugar … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , | Deixe o seu comentário

Singularidade

sou pessoa singular de um só tempo de um só lugar singularmente me repito nada do que é comum me contenta a parecença uma tormenta de não mais ser único 2018-08-30

Publicado em Poesia | Tags , , , | Deixe o seu comentário

Tenho um coração

tenho um coração de ferro quente e mole só assim aguenta só assim aguento o impacto a vida e os gumes atravessados como surpresas entre o meu e o teu tenho um coração de gelo de sangue derretido só assim … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , | Deixe o seu comentário

Minha praia rainha

minha cidade é rainha na praia desta idade do bronze coitadinha estendidinha na toalha do calor ama o mar mas de longe pé ante pé com certeza que o sol a sua fé lhe dá mais dia à noitinha oh … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , | Deixe o seu comentário

Periferias

tenho periferias bem no meu centro no fundo vejo-as pelo lado de dentro periférica visão atenção não é das periferias mas do meu coração periclitante onde cabem como num jardim os mundos de fora de mim periférico talvez o meu … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , , | Deixe o seu comentário

Ide

não se vive de temores nem a penas de tormentas sob a vertigem das correntes morro todas as vezes que o sexo nasce fogo em tuas águas quentes do que escolho nada espero não só de sorte é meu norte … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Tags , , , , | Deixe o seu comentário

Tempo incólume

todos somos efémeros traços fugazes entre o que é antes e depois um tempo incólume 2018-04-30

Publicado em Aforismos, Poesia | Tags , , , | Deixe o seu comentário