Passarinho

meu passarinho contente
se de mim
meu rosário descontas
o sono que dos justos passei
ouvir-te trinando
se quebrou por ti em pontas

meu passarinho de verão
que tonto
tanto tentei guardar
da primavera que chilreias
ramo de sonhos saltitando
o espanto das minhas noites

passarinho hei
meu cantinho encantado
de teu voo
se passando cantei
se cantando sonhei
de ti já mais saberei
se não dormi acordado

2013-07-30

Esta entrada foi publicada em Poesia com as tags , , , , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *