Tempos perdidos

andamos
em busca de sonhos perdidos
desde a infância
procuramos sempre
perdidos
nunca sabendo
o alcance
algures após o fim
de quanto em sonhos
logramos

iludimo-nos
na corrida que damos ao tempo
mera promessa
quando o tempo não corre
aqui agora
para mim e para ti

2018-08-30

Gostou? Partilhe!
  • Print
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • FriendFeed
  • LinkedIn
  • Netvibes
  • Add to favorites
  • blogmarks
  • email
  • PDF
  • RSS
  • Tumblr
Publicado em Poesia | Tags , , , , | Deixe o seu comentário

Singularidade

sou pessoa singular
de um só tempo de um só lugar
singularmente me repito

nada do que é comum me contenta
a parecença uma tormenta
de não mais ser único

2018-08-30

Gostou? Partilhe!
  • Print
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • FriendFeed
  • LinkedIn
  • Netvibes
  • Add to favorites
  • blogmarks
  • email
  • PDF
  • RSS
  • Tumblr
Publicado em Poesia | Tags , , , | Deixe o seu comentário

não te deixa só
a solidão
mas a ausência
no seio da multidão

2018-08-30

Gostou? Partilhe!
  • Print
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • FriendFeed
  • LinkedIn
  • Netvibes
  • Add to favorites
  • blogmarks
  • email
  • PDF
  • RSS
  • Tumblr
Publicado em Aforismos, Microcontos, Poesia | Tags , | Deixe o seu comentário

Tenho um coração

tenho um coração de ferro
quente e mole
só assim aguenta
só assim aguento
o impacto a vida
e os gumes atravessados
como surpresas
entre o meu e o teu

tenho um coração de gelo
de sangue derretido
só assim ele corre
só assim eu corro
límpido
entre as incertezas
que nos caminham
sem razões para a despedida

2018-07-30

Gostou? Partilhe!
  • Print
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • FriendFeed
  • LinkedIn
  • Netvibes
  • Add to favorites
  • blogmarks
  • email
  • PDF
  • RSS
  • Tumblr
Publicado em Poesia | Tags , , , | Deixe o seu comentário

Minha praia rainha

minha cidade é rainha
na praia
desta idade do bronze
coitadinha
estendidinha
na toalha do calor
ama o mar mas de longe
pé ante pé
com certeza
que o sol a sua fé
lhe dá mais dia à noitinha

oh rainha das sombras esquecidas
nesses contornos de luz
dá um mergulho
traz ao mundo
em qualquer esqueleto de areia
a nudez
de um mar mais profundo

2018-07-30

Gostou? Partilhe!
  • Print
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • FriendFeed
  • LinkedIn
  • Netvibes
  • Add to favorites
  • blogmarks
  • email
  • PDF
  • RSS
  • Tumblr
Publicado em Poesia | Tags , , | Deixe o seu comentário

Egoísta?

será egoísta
quem tem todo o amor do mundo?

2018-07-30

Gostou? Partilhe!
  • Print
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • FriendFeed
  • LinkedIn
  • Netvibes
  • Add to favorites
  • blogmarks
  • email
  • PDF
  • RSS
  • Tumblr
Publicado em Aforismos, Poesia | Tags , | Deixe o seu comentário

Periferias

tenho periferias
bem no meu centro
no fundo
vejo-as pelo lado de dentro

periférica visão
atenção
não é das periferias
mas do meu coração
periclitante
onde cabem
como num jardim
os mundos de fora de mim

periférico talvez
o meu centro de tudo
meu coração perdido
sem bala nem escudo
mas nunca o abraço
nos limites do mundo
nem o beijo que desflora
teu regaço fecundo

minhas paixões são
tão secretas
assim
como a palma da mão
viajam-me intrépidas
no centro
toda a periferia
razão
da minha emoção

2018-06-30

Gostou? Partilhe!
  • Print
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • FriendFeed
  • LinkedIn
  • Netvibes
  • Add to favorites
  • blogmarks
  • email
  • PDF
  • RSS
  • Tumblr
Publicado em Poesia | Tags , , , , , | Deixe o seu comentário

Do amor e das pátrias

aqui ali acolá
hão novas pátrias para os medos

que por tudo e por todos
livre
não me falte o amor
o meu mais fiel amigo

2018-06-30

Gostou? Partilhe!
  • Print
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • FriendFeed
  • LinkedIn
  • Netvibes
  • Add to favorites
  • blogmarks
  • email
  • PDF
  • RSS
  • Tumblr
Publicado em Poesia | Tags , , , , | Deixe o seu comentário

Cópia original

se a cópia de original
não for também original
será de verdade uma cópia?

2018-06-29

Gostou? Partilhe!
  • Print
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • FriendFeed
  • LinkedIn
  • Netvibes
  • Add to favorites
  • blogmarks
  • email
  • PDF
  • RSS
  • Tumblr
Publicado em Aforismos | Tags | Deixe o seu comentário

A idade

talvez nem sejam anos mas estes dias
talvez os meses, por minutos
se troquem nestas horas
à volta de segundos expeditos

talvez nem haja tempo mas acasos
e nos achemos entre as estrelas
casos perdidos
talvez a espera não seja então mais espera
mas o que fica
em nossas sombras
sentadas
quase caminhos

talvez seja arte a vontade de nada menos
que além de qualquer estrela que cintile
sejamos então a arte de um tempo
talvez o querer e a força de o termos

ah, sim, que idade é pedra de toque
arquivo involuntário de sonhos caídos
ímpetos esquecidos
na flor
de outros tempos
idade
é de qualquer arrojo seu declive
senhora da medida de nosso tempo
a tudo aspira
só o amor lhe sobrevive

2018-05-30

Gostou? Partilhe!
  • Print
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • FriendFeed
  • LinkedIn
  • Netvibes
  • Add to favorites
  • blogmarks
  • email
  • PDF
  • RSS
  • Tumblr
Publicado em Poesia | Tags , , , , , , , , | Deixe o seu comentário