Estrela nova

se tu menino nascesses
em cada ano vindouro
sabendo tudo o que sabes
da cruz em que te deitas

se tu menino trouxesses
a graça da luz clara
entre os escolhos dos dias
sobre perigos e maleitas

mais não tinhas
menino
que ser
adulto nos tempos do mundo
nem outras dores sofrerias
nem por amor morrerias

segue
menino
segue a estrela que és
no teu fundo

2018-12-24

Publicado em Poesia | Tags , , , , , | Deixe o seu comentário

Berço

é aí
onde a inquietação se instala
e a reflexão começa
onde o belo nos espreita
como se de espanto fossemos
e mais não houvéssemos
que a criação
é aí
o berço da arte

2018-12-24

Publicado em Poesia | Tags , , , | Deixe o seu comentário

Nitidez

nasci para ver claramente
todas as cores na tua pele

e a paz
e não saber os seus nomes

e vivendo saberei
quantas guerras se fazem de coisa nenhuma

2018-11-30

Publicado em Poesia | Tags , , , , , | Deixe o seu comentário

Um coração

tenho um coração que me queima
um coração que me chama
quando a sorte o bafeja
ah, esse o meu drama

tenho um coração que me tenta
pelo fogo em que arde
e não sabe se aguenta
que mais fogo deflagre

tenho um coração e o céu
que traz dentro de si
não me apaga este inferno
de viver longe de ti

2018-11-30

Publicado em Poesia | Tags , , , | Deixe o seu comentário

Tempo esgotado

dormi demasiado tempo com o tempo perdido
encontrei-o à minha espera
esperei que se fosse

2018-11-30

Publicado em Aforismos, Microcontos, Poesia | Tags , , | Deixe o seu comentário

De palavra

palavra
minha arma
é de papel
e fracas memórias

tem o som de uma espera
enquanto voa
tem a cor da ousadia
enquanto espera

tem todos os tons
dos jardins que não colho
quando escolho
um nome
nas flores que há em ti

mulher
homem
de palavra sou

2018-10-30

Publicado em Poesia | Tags , , , , , , | Deixe o seu comentário

Incessante

incessante é a mudança
que muda o que já mudou
e apesar de mudada
não muda
nem é outra
a sua essência

não cessa sua força
nem tem limite
pela mudança se medem os tempos
e se assinalam memórias

assim o amor
que
mutante
se assegura perene

2018-10-30

Publicado em Poesia | Tags , , , , | Deixe o seu comentário

Até nada

quando as condições se propiciam
tudo pode acontecer
até nada!

2018-10-30

Publicado em Aforismos | Tags , , | Deixe o seu comentário

Filhos da guerra e da paz

por que maior
a arte da guerra
onde investes
teu talento
teu denodo
teus destinos

por que da vida
essa arte
se a morte o fim
das tuas mãos
na forma do barro
na palavra que agitas

vã glória
a vitória
esse alarde que fazes
sob o manto
desses teus dias turvos

faz amor
filhos à paz
e um futuro
faz
desse teu ventre
o mais fecundo do mundo

2018-09-30

Publicado em Poesia | Tags , , , , , , | Deixe o seu comentário

Vitória

a pedra gravada de teu nome
onde cantaste teu fulgor
teus feitos
que glória

essa pedra onde esculpiste
a ferro e fogo
a última tentativa de ludibriar o tempo
e o desespero pela eternidade

essa pedra
é areia e pó
apenas grãos de areia e pó
tal como o teu sangue

um dia algo mais puro e leve
viverá na esperança
que sempre renasce
sorrindo
nas mãos de uma criança

2018-09-30

Publicado em Poesia | Tags , , , , , , , | Deixe o seu comentário