Construtores

também somos as prisões que nos construímos

2017-02-28

Gostou? Partilhe!
  • Print
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • FriendFeed
  • LinkedIn
  • Netvibes
  • Add to favorites
  • blogmarks
  • email
  • PDF
  • RSS
  • Tumblr
Publicado em Aforismos, Poesia | Tags , | Deixe o seu comentário

Numa relação

estou numa relação
com o destino
assaz conturbada
de natureza incerta
definitivamente indefinida
relação aberta
nem sempre querida nunca traída
nem pela morte ameaçada

chamo-o de meu
sem saber como
nem porquê
sem desvendar seus segredos
segredo-lhe os meus desvelos
cravo-lhe inteiros meus dedos
esporas da liberdade
onde o amor é incauto
e a alma se revê

amante das marés cheias
abraço sem horas vagas
o risco e os dilemas
de caminho sem fim
que cada passo mantém
assumo o nó em desafio
meu destino assim
e não desisto
cobro-lhe as algemas
finto-o que ainda vem
atrás de mim

2017-01-30

Gostou? Partilhe!
  • Print
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • FriendFeed
  • LinkedIn
  • Netvibes
  • Add to favorites
  • blogmarks
  • email
  • PDF
  • RSS
  • Tumblr
Publicado em Poesia | Tags , , , , , , , | Deixe o seu comentário

Arte e manhas

não sei de ilusão maior
que a da arte
tentando toda a vida
verdadeiramente
enganar a morte

2017-01-29

Gostou? Partilhe!
  • Print
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • FriendFeed
  • LinkedIn
  • Netvibes
  • Add to favorites
  • blogmarks
  • email
  • PDF
  • RSS
  • Tumblr
Publicado em Aforismos, Poesia | Tags , , , | Deixe o seu comentário

Mar e rosas

A vida é um mar indomável
sujeitando praias às suas marés
Onde estão as rosas?

2017-01-29

Gostou? Partilhe!
  • Print
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • FriendFeed
  • LinkedIn
  • Netvibes
  • Add to favorites
  • blogmarks
  • email
  • PDF
  • RSS
  • Tumblr
Publicado em Aforismos, Poesia | Tags , , , | Deixe o seu comentário

Como as cerejas

sobram cerejas no meu peito
para contigo conversar

2017-01-29

Gostou? Partilhe!
  • Print
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • FriendFeed
  • LinkedIn
  • Netvibes
  • Add to favorites
  • blogmarks
  • email
  • PDF
  • RSS
  • Tumblr
Publicado em Microcontos, Poesia | Tags , | Deixe o seu comentário

Objetivamente

A objetividade é a subjetividade mais comum

2017-01-29

Gostou? Partilhe!
  • Print
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • FriendFeed
  • LinkedIn
  • Netvibes
  • Add to favorites
  • blogmarks
  • email
  • PDF
  • RSS
  • Tumblr
Publicado em Aforismos | Tags , | Deixe o seu comentário

De que vale

de que vale por que respiro
vivo e não é razão
se não a arte
se não o verso e a cor
se não a curva das minhas mãos
sobre o silêncio e a sorte
se não a música e a minha voz
na dança íngreme das planícies
se não arquiteto o amor
de que vale por que rio
e só mar não é razão
se não me invento
livre sobre este chão

que outra vida
se não a refletida
por em outras nesta vida
se não da arte
ou da sua tentativa

2016-12-30

Gostou? Partilhe!
  • Print
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • FriendFeed
  • LinkedIn
  • Netvibes
  • Add to favorites
  • blogmarks
  • email
  • PDF
  • RSS
  • Tumblr
Publicado em Poesia | Tags , , , , , , , , , , | Deixe o seu comentário

Poesia sobre nada

nada deve andar à volta de nada
que não poesia
nada mais

nunca é perda de tempo
e nenhures um lugar perdido

2016-12-30

Gostou? Partilhe!
  • Print
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • FriendFeed
  • LinkedIn
  • Netvibes
  • Add to favorites
  • blogmarks
  • email
  • PDF
  • RSS
  • Tumblr
Publicado em Poesia | Tags , , , | Deixe o seu comentário

Mais precisamente

de que paz precisamos mais?
da de não mais precisarmos de paz!

2016-12-28

Gostou? Partilhe!
  • Print
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • FriendFeed
  • LinkedIn
  • Netvibes
  • Add to favorites
  • blogmarks
  • email
  • PDF
  • RSS
  • Tumblr
Publicado em Aforismos | Tags , , | Deixe o seu comentário

Ser e não ser

tudo que existe tem contradição
pois sem contradição nada existe

2016-12-28

Gostou? Partilhe!
  • Print
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • FriendFeed
  • LinkedIn
  • Netvibes
  • Add to favorites
  • blogmarks
  • email
  • PDF
  • RSS
  • Tumblr
Publicado em Aforismos | Tags , | Deixe o seu comentário