Carta para mim

Só queria te dizer
que sempre te fui
no mesmo lado do espelho

Que me fiz árvore quando trepaste
Que me estendi asas quando voaste
Fui chama quando te deslumbraste
E caíste em mim quando tropeçaste

Sempre tentei amaciar
os mais duros caminhos que sempre escolheste
Sempre te fui a descoberta
que em ti procuraste

Nunca encontrei para ti
a sabedoria da vida, em ti perdida
Mas sempre fui pedaço que te fez inteiro

Sempre fui teu chão
teu sol na solidão
E sempre meu silêncio foi
dar-te e ser-te palavra
na alma sonho que somos

2010-10-12

Esta entrada foi publicada em Poesia com as tags , , , , , . ligação permanente.

1 Response to Carta para mim

  1. Pingback: Tweets that mention Carta para mim | infinitudes -- Topsy.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *