Prece

Eis-me
nu aqui
sobre as tuas brasas
meu Deus
que me fizeste
sobre os escombros
do de minha mãe!
Lê meu sorriso
Quando rio sangro
lavado no pranto
Pai!

2010-10-08

Esta entrada foi publicada em Poesia com as tags , , , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *