Sintonia

acolhe-me breve longa na pauta de teu destino
na permanência da viagem
não me acordes falsetes mudos
nem o silêncio sob concertos desmedidos
me sê o branco do verso
a palavra nua tua batuta e meu hino

2014-05-18

Esta entrada foi publicada em Poesia com as tags , , , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *