Verdadeiramente

sem mentira
a verdade
não me tira
toda a minha ilusão

se a verdade
não me mente
verdadeira mente
não penso
desmentir

que mente de verdade
a que não se ilude
na busca de si

se não erro minto
não escapo à verdade
no que sinto
por errar não menti
na verdade
por aí
nunca lhe fugi

em verdade me iludo
haver verdade
apenas minha
mentira
nunca é tudo

2014-02-28

Gostou? Partilhe!
  • Print
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • FriendFeed
  • LinkedIn
  • Netvibes
  • Add to favorites
  • blogmarks
  • email
  • PDF
  • RSS
  • Tumblr
Esta entrada foi publicada em Poesia com as tags . ligação permanente.