Trilhos da memória

deambulando
por lugares incertos
nas imprecisas dobras do tempo
a memória
encontra-nos sempre aqui
onde persistimos
raízes vacilantes
sobre as pedras gastas do caminho

2013-12-09

Esta entrada foi publicada em Poesia com as tags , , , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *