Uma história

Reza a história que a lua acordou
e o mundo com o brilho dela
A eternidade se libertou
Ninguém mais soube vê-la
E o salto, quanto mais fundo
Mais asas voa, em sê-la

2010-07-29

Esta entrada foi publicada em Poesia com as tags , , , , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *