Contigo ao luar

levei palavras brancas à lua, e ela, delicadamente, mas devolveu quentes.

2013-08-03

Esta entrada foi publicada em Microcontos, Poesia com as tags , , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *