A bela do meu poema

não digas
de minhas palavras
se belas ou não
não digas
que belas palavras
de meu poema são
se todas vão

de meu poema

diz-me então
a tua e tua outra beleza
que nele teus olhos lês
pois não tenho tanta certeza
se foi tanto que escrevi

mas tua beleza vi

2013-03-28

Gostou? Partilhe!
  • Print
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • FriendFeed
  • LinkedIn
  • Netvibes
  • Add to favorites
  • blogmarks
  • email
  • PDF
  • RSS
  • Tumblr
Esta entrada foi publicada em Poesia com as tags , . ligação permanente.