Luz entes

se aquietam olhares abertos
sobre quanto o sol alcança
na profundeza dos vulcões

é de luz, flores,
é de ver de luz
a explosão azul dos corações

2013-03-04

Esta entrada foi publicada em Poesia com as tags , , , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *