Cometas

cometemos a perseguição do sol
na cauda do tempo
vã tentativa
de pervertemos seus limites
acometidos de uma razão desconhecida

2013-02-27

Esta entrada foi publicada em Poesia com as tags , , , , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *