Do princípio do fim

o fim está aqui, e sempre além
é o passo que se dá e se mantém
é o caminho que indo, sempre vem
e novo início nunca detém

tudo acaba pela razão que se inicia
nenhum fim é do seu próprio fim refém

2012-12-31

Esta entrada foi publicada em Poesia com as tags , , , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *