Águas de a mar abrir

quão de águas a mar nascemos
tão já de a mar nos devemos
todo caminho é por mar abrir
que onda se alcança até devir

2012-07-23

Esta entrada foi publicada em Poesia com as tags , , , , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *