Ponta em riste

a mola atrapalha
o sentido do prumo
fio da navalha
risco seu rumo
em-laço desafios
ao gume cortante
arrisco sentidos
firmo o sextante

antiga rota não me falha
em novo mapa lancinante

2012-04-10

Gostou? Partilhe!
  • Print
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • FriendFeed
  • LinkedIn
  • Netvibes
  • Add to favorites
  • blogmarks
  • email
  • PDF
  • RSS
  • Tumblr
Esta entrada foi publicada em Poesia com as tags , , , . ligação permanente.