Movimento

nós nos esperamos
folhas de brisas
árvores dos sonhos
de pé nos caminhos
de outono
cores saudades vivas
de primaveras idas

máculas da luz passante
ainda flores
quando já chão
que inverno
hoje verão?

marcamos o encontro
nesga de eternidade
exigida do tempo
que da morte
s’ol-vida

invocamos nascer
a pétala destemida
de toda a rosa
além dos ventos

persistimos o movimento
aí permanecemos

2012-03-30

Gostou? Partilhe!
  • Print
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • FriendFeed
  • LinkedIn
  • Netvibes
  • Add to favorites
  • blogmarks
  • email
  • PDF
  • RSS
  • Tumblr
Esta entrada foi publicada em Poesia com as tags , , , , , , , , , . ligação permanente.