Moça liberdade

se tudo de harmonia se canta
e se toca nem que o não toquemos
enquanto germinando se encanta
a flor dos sonhos que havemos
da mocidade a maré desabrida
de plena vaga de nos sermos

2012-03-23

Gostou? Partilhe!
  • Print
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • FriendFeed
  • LinkedIn
  • Netvibes
  • Add to favorites
  • blogmarks
  • email
  • PDF
  • RSS
  • Tumblr
Esta entrada foi publicada em Poesia com as tags , , , , , , , . ligação permanente.