Prova de via

Não te esqueças
Aprendiz de teus passos
lembra-me que sou
Inventa-me na suavidade dos silêncios
para que eu persista
Não te esqueças
Leva-me na presença que fica
contigo prova de vida

2011-05-29

Esta entrada foi publicada em Poesia com as tags , , , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *