Mãe pássaro

É de homens, só de homens,
quanto em voar é invenção e desejo.
De pássaros não, pois deles é condição,
a natureza das asas
na pureza do que são.
As mulheres, tão somente,
voam sempre
nas asas que à luz dão
o seu amor permanente.
Mães plenas da invenção
de que seu ventre é semente.

2011-05-02

Esta entrada foi publicada em Poesia com as tags , , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *