Lágrima

toda a lágrima tem um rosto
olha a minha figura
rio da água que passa
não da dor que fica

frágil espelho
caído

bate na pedra
dura
toda a lágrima
a trespassa

2019-10-31

Esta entrada foi publicada em Poesia com as tags , , , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *