Momento

deixa-me ficar
neste momento único
com tudo de ti e de mim
preso à liberdade de dentro

prende-me as mãos
aos sonhos que nos povoam
com um abraço aqui
selemos nossos medos

a gente não sabe ao certo
um lugar perto
do céu para se viver
todo o medo se resume
e presume
medo de morrer

2018-08-30

Gostou? Partilhe!
  • Print
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • FriendFeed
  • LinkedIn
  • Netvibes
  • Add to favorites
  • blogmarks
  • email
  • PDF
  • RSS
  • Tumblr
Esta entrada foi publicada em Poesia com as tags , , , , , . ligação permanente.