Extinção da espécie

olhem para mim: estou em perigo
conquistei o pleno
nada mais tenho para fazer

olhem para mim: estou em perigo
estou nas nuvens
e nada há para acontecer

olhem para mim: estou em perigo
não sei se perdido
de amores ou pura fantasia

olhem para mim: estou em perigo
o paraíso não tem inferno
humana sorte a de fugir da morte
e sempre toda a vida morrer

olhem para mim: estou em perigo
não cegueis da luz
que a estrela em noite escura
é mais clara de se ver

2017-09-30

Esta entrada foi publicada em Poesia com as tags , , , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *