A sorte da morte

se eu tivesse tempo
de esquecer a morte
abandoná-la-ia à sua sorte
não lhe daria vida

2016-11-30

Esta entrada foi publicada em Aforismos, Poesia com as tags , , , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *