À janela do meu tempo

na rua onde passam
as ideias na lapela
antes da pessoa que passa
vês o casaco dela

2016-10-30

Esta entrada foi publicada em Aforismos, Poesia com as tags , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *