Fonte da velhice

velho és novamente
e nada de novo tu vês
quando a pressa de seres novo
te faz velho de vez

2015-08-30

Esta entrada foi publicada em Aforismos, Poesia com as tags , , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *